500 MIL EUROS POR BOAS CAUSAS

 

Foi num autêntico dia de verão, que ainda não chegou, num lugar cheio de vida, próximo de Lisboa mas a um passo do mar ali tão perto, que a Fidelidade recebeu a 14 de maio na NOVA SBE em Carcavelos, os vencedores da 2ª edição do Prémio Fidelidade Comunidade, para a Cerimónia de Entrega de Prémios.

 

A 2ª edição do Prémio Fidelidade Comunidade recebeu 511 candidaturas, provenientes de todo o país, com 62% das instituições a candidataram-se na categoria “Apoio a Projetos”, e 38% na categoria “Apoio a Sustentabilidade”.

 

No que diz respeito aos eixos de intervenção, no total, 39% dizem respeito à área da Inclusão Social, 38% à área do Envelhecimento e 23% a Prevenção em Saúde.

 

Para além das entidades vencedoras, que se fizeram representar ao mais alto nível através dos seus órgãos socias, e com a própria Comissão Executiva da Fidelidade que desde a primeira hora endossa este projeto, a cerimónia contou com a presença do Júri do Prémio –  Filipe Almeida e Madalena Santos Ferreira, Maria de Belém Roseira, – e com representantes das instituições sociais mais importantes do país, para além de muitos Colaboradores do grupo Fidelidade em representação das suas direções, Clientes e  Parceiros de Negócio, e também Jornalistas de vários órgãos de comunicação social e alunos universitários.

 

Jorge Magalhães Correia teve oportunidade de falar do posicionamento da Fidelidade na área da responsabilidade social e de quão importante é este Prémio, quer para a Fidelidade quer para a Comunidade, felicitando os vencedores mas também os não-vencedores, agradecendo especialmente ao júri que com o seu know-how nas áreas de candidatura do Prémio em muito enriqueceu o trabalho de avaliação das candidaturas

 

Para o Presidente do Conselho de Administração da Fidelidade, Jorge Magalhães Correia, “O Prémio Fidelidade Comunidade materializa o nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável da sociedade através do fortalecimento do setor social privado. Estamos agradavelmente surpreendidos pelo trabalho e resiliência das organizações sociais e pela sua capacidade de inovação. Vamos acompanhar de perto o desenvolvimento organizacional destas entidades, tirando partido das competências do Grupo Fidelidade e seus parceiros. Os prémios sucedem-se ano após ano assim como o nosso compromisso com as entidades que se cruzam connosco.”

 

 A moderação do evento esteve a cargo de Zé Pedro Cobra, advogado, orador, humorista, contador de histórias e apaixonado por causas sociais. Define-se como sendo “há 46 anos um ser em busca de sê-lo, e que é, desde há 16 anos, Pai de uma menina encantadora.

De profissão é advogado, já trabalhou em escritório, mas desde há 17 anos que integra a área corporativa e de comunicação institucional de um Grupo económico português cotado em bolsa.

Em simultâneo, tem abraçado outros desafios paralelos, essencialmente focados na solidariedade e na partilha de um desafio de consciência, que também vive e que acredita ser imprescindível para o nosso sucesso como sociedade e como seres humanos, assumindo-me como voluntário, orador, em já várias centenas de eventos, angariador de fundos e humorista, acreditando na frase que “apreendeu” dos Monthy Pyton “Rir é a melhor maneira de levar a vida a sério”.

Neste âmbito, o Zé Pedro tem um projeto designado A.Poiares – de homenagem ao seu avô, Augusto Poiares – em que 100% da verba que combina para os eventos em que participa reverte para solidariedade, tendo já feito nos últimos 8 anos centenas de intervenções, promovendo o apoio a largas dezenas de projetos e instituições por todo o país, que atuam nas mais variadas áreas do setor social: desde crianças, a sem-abrigo, idosos, pessoas com deficiência, áreas de inclusão, reintegração e formação, projetos de sustentabilidade e desenvolvimento social, entre outros, num total de cerca de 400.000€.

E sente-se grato porque considera que não há só altruísmo no que faz pelos outros :“em primeiro lugar, faz-me bem a mim”, afirma.

 

Zé Pedro Cobra teve ainda a seu cargo a moderação de um painel com 3 vencedores da 1ª edição do Prémio Fidelidade Comunidade: APEXA – Associação de Apoio à Pessoa Excecional do Algarve, Liga dos Pequeninos e Santa Casa da Misericórdia de Mértola -,  que deram o seu testemunho sobre o impacto que o Prémio teve nas suas instituições e do papel diferenciador da Fidelidade no acompanhamento dos seus projetos no terreno e das sinergias extra Prémio que tem promovido.

 

 

A apresentação da 3ª edição do Prémio ficou a cargo de Ana Fontoura, diretora de responsabilidade social do Grupo, que revelou algumas das pequenas alterações que a nova edição vai ter: mais foco na capacitação, mais sessões de esclarecimento e mais celeridade na comunicação de resultados -, do calendário/cronograma, e do período de candidaturas, de 1 a 31 de outubro, convidando todas as instituições presentes a candidatarem-se à nova edição.

 

 

 

Antes do encerramento  houve lugar a um talkDoing It! – de Joe Santos, empreendedor social e orador internacional com influências de quatro culturas diferentes. Após 25 anos dedicado aos negócios e à tecnologia, Joe Santos direciona agora o seu foco exclusivamente em projetos que têm um impacto positivo na humanidade. Mais de 10.000 pessoas já assistiram e emocionaram-se nas suas conferências, onde partilha com paixão, as lições que a vida e principalmente o Autismo lhe tem ensinado. É cofundador da Vencer Autismo, uma associação que já ajudou mais de 400 crianças e suas famílias.

Estamos já a trabalhar na 3ª edição!

Para que a vida não pare!

http://premio.fidelidadecomunidade.pt